Trabalho Raro ou Trabalho Raso - 1 (primeiro de/5)

01/01/2018

 

Um mestre foi perguntado por seu discípulo sobre a real importância das coisas. Ao invés de responder-lhe, pediu ao discípulo que pegasse um vaso e colocasse algumas pedras grandes dentro dele. Assim feito, o mestre perguntou ao discípulo: - O vaso está cheio? – sim.

Então, o mestre pediu que  ele colocasse um monte de pedregulhos dentro do mesmo vaso. – E agora, está cheio? – Sim. Novamente o mestre pediu que colocasse areia dentro do vaso. – E agora, está cheio? – Sim.

Então, o mestre pediu que colocasse água dentro do vaso. Nesse ponto o discípulo disse: - Entendi mestre. A real importância das coisas está na forma que as armazenamos. Respondeu o mestre: - Não. O vaso só pode ser cheio dessa forma porque as grandes coisas foram colocadas primeiro, depois as menores, e assim por diante.

De tal modo também é a vida. Priorize sua vida com as coisas que realmente são importantes, como a sua família, seus amigos e o seu desenvolvimento; depois priorize as menores. Se você tivesse começado a encher o vaso com pedregulhos, as pedras grandes jamais caberiam nele. Assim também, se você se ocupar apenas com as coisas pequenas, as grandes não terão espaço.

A tecnologia trouxe o acesso às informações em velocidade de fórmula 1, facultou a conectividade instantânea e permitiu a produtividade com rapidez. Porém, estamos sendo convidados a saber lidar com ela para não submergir as tentações das distrações e vivermos na superficialidade, jogando fora o precioso tempo ampliado.

A tentação inicia desde o momento que acordamos de manhã. O companheiro inseparável do criado mudo ao lado da cama já convida a ver mensagens, ler  e-mails, passear pelas mídias sociais e iniciar o que será a primeira de inúmeras interações diárias com o nosso dispositivo móvel, engajados em uma cascata de redes sociais, conversas e ruído digital.

São as novas barreiras da produtividade, do trabalho profícuo e da vida em abundância.

O empenho agora é pela atenção focada, diante da escassez da atenção humana, “uma mercadoria” em falta nas “prateleiras” dos corações. Perde-se o foco mais rápido do que um peixe de aquário indo e vindo o tempo todo.

São hoje, dias de “barulho social”, com o tempo sendo consumido navegando na internet. Acrescenta-se a isso as horas intermináveis na frente da televisão e desta para os smartphones, estes “conectores” com o mundo.

Devemos compreender a importância do trabalho focado para a solução em um mundo disperso. Aprender como nos distanciar das distrações constantes e melhorar o gerenciamento do que fazemos dentro do tempo, mergulhando mais nos nossos pensamentos, percebendo com profundidade os nossos sentimentos e direcionando a nossa vontade com vigor para sermos soberanos de nós mesmos.

Uma maquina pode executar o trabalho de muitas pessoas comuns. Porém, máquina nenhuma pode realizar o trabalho de uma pessoa incomum. Pense nisso, mas pense agora!

 
Saulo Gouveia é consultor financeiro e organizacional, atuando para oferecer novos significados para viver as virtudes em abundância.  saulogouveia@seubolso.com.brou www.seubolso.com.br

Compartilhar
Retweet
Please reload

65 3624-3060

  • 001-instagram
  • 002-twitter-logo-button
  • 003-facebook-logo-button
Please reload

Arquivo

Ouvindo a Voz da Empresa 5/5

04/12/2017

1/5
Please reload

Posts Em Destaque
Procurar por tags
Posts Recentes